Após sete altas consecutivas nas taxas de juros, o Ibovespa caiu 0,9%, o dólar subiu para R $ 4,88

Como tudo o que aconteceu, IboVespa seguiu o mesmo processo por uma hora. Na terça-feira (9), a bolsa apresentou uma tendência de correção do mercado, fechando 0,92%, para 96.746 pontos. Os investidores estão acompanhando a reunião do Comitê Federal de Mercado Aberto (FOMC), que está programado para discutir as taxas de juros nos EUA nesta quarta-feira (10).

No Brasil, apesar da sensação política, Paulo Guedes anunciou que unificará o plano social e lançará a declaração da Renda Brasil para satisfazer o mercado. O Ministro da Economia também anunciou que a assistência de emergência será estendida por dois meses. Para os trabalhadores brasileiros, o governo também deve iniciar programas de emprego verde e amarelo. Por outro lado, o dólar recuperou seu ritmo ascendente após cair nos últimos três dias de negociação. O dólar comercial fechou em alta de 0,69% a R $ 4.888. No auge do dia, a moeda americana atingiu R $ 4,923.

As ações com o maior volume de negociação subiram naquele dia: Itaú Unibanco (ITUB4) e IRB Brasil (IRBR3), que subiram 3,34% e 23,36%, respectivamente. As ações Petrobras (PETR4), AZUL (BLUE4) e Bradesco (BBDC4) caíram 3,60%, 5,74% e 2,22%, respectivamente. A queda nos preços do petróleo no exterior afetou as ações da Petrobras. Em vista dos relatos de que a Líbia teve que fechar seu campo de Sharara devido à presença de “forças armadas” no local, o preço das commodities caiu quase 3,00%. As ações preferenciais do estado (PETR4) caíram 3,60% e as ações ordinárias (PETR3) caíram 2,83%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *